5 conselhos amorosos que não servem para nada

Ao longo dos anos a história se repete: As pessoas se apaixonam, os amigos percebem e já começam a descarregar vários conselhos infalíveis para que o romance dê certo. Alguns deles até podem ser muito bons, mas há alguns que realmente são desnecessários.

1. Deixe ele sentir sua falta

Pessoas realmente comprometidas e sinceras no relacionamento não entram em jogos de sedução. Agir de forma contrária aos sentimentos apenas para não ser fácil ou para que o amado caia a seus pés e faça todas as suas vontades não é muito maduro e demonstra falta de autoconfiança.

No lugar de joguinhos ultrapassados

Quando existe amor verdadeiro as pessoas são sinceras umas com as outras, falam de seus sentimentos, ligam para saber se está tudo bem sem pensar que estão sendo fáceis. Apenas demonstram como se sentem com relação ao parceiro. É um processo natural.

2. Promova um pouco de ciúmes

Outro conselho furado. Agir propositadamente para fazer ciúmes ao par pode ter efeito contrário. A pessoa pode se ofender e sentir-se rejeitada ou simplesmente não ter a certeza dos sentimentos de quem está provocando ciúmes e deduzir que o relacionamento de ambos é fraco e que pode se desfazer em frente a qualquer outra pessoa que aparecer.

Em vez disso

Agir com sinceridade em relação aos sentimentos nutridos pela outra pessoa pode conquistar muito mais que provocar ciúmes. A fidelidade é requisito importante de um bom relacionamento a dois e mostrar comprometimento quando há amor e interesse verdadeiros é melhor. É claro que amizades são necessárias, mas os amigos não precisam fazer papel de amantes para que o parceiro sinta ciúmes. Tudo tem sua dose certa.

3. Conheça outras pessoas

Algumas vezes o casal não vai bem devido a problemas diversos. O conselho recebido de amigos é: vá a uma festa, conheça outras pessoas e se divirta. Mas esta atitude pode ser considerada pelo parceiro como uma afronta ou até uma desistência do relacionamento, além de que, se o motivo é um problema, o melhor a fazer é resolver. Conhecer outras pessoas e se apaixonar por alguém que não seja seu parceiro não será a solução.

Resolva

Este seria o conselho certo. Anote os pensamentos, reflita sobre o problema e possíveis soluções, escolha um horário e local apropriado e converse com o parceiro.

4. Já que as coisas não vão bem, termine

É algo para se pensar. Se um amigo dá este conselho será que não está de olho no seu par? Terminar um relacionamento é muito mais doloroso que tentar resolver a situação. O sofrimento atinge o casal e outros familiares envolvidos. Relacionamentos com frequentes términos e voltas são cansativos e desgastantes.

Preserve

Tentar de todas as maneiras manter o casal, quando ambos têm o desejo de continuar, pode trazer benefícios para todos, pois quando as pessoas estão empenhadas em uma causa o sentimento de superação é muito agradável. É importante que os dois realmente tenham o desejo de continuar.

5. Cure a dor com outro amor

Se o relacionamento foi desfeito, partir para outro em seguida pode ser uma grande furada. As pessoas precisam de tempo para vencer a dor da perda, para se recompor e ter as feridas cicatrizadas. As chances do novo relacionamento também ruir são muito grandes.

Dê tempo ao tempo

Para cada pessoa esse período pode ser diferente, mas aguardar que não se nutram mais sentimentos pelo par anterior, estar feliz consigo mesmo e ter em mente os erros que prejudicaram anteriormente ajudam para o próximo relacionamento.

Fonte: www.familia.com.br

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA