Femme terrible: o pecado de ser mulher em 20 grandes frases

Por Tatiana Miranda e Carlos Fialho – Via Obvious

Instáveis, complicadas, histéricas e não-confiáveis. Os estereótipos femininos vão além das virtudes. Desde que Eva quebrou a perfeição da vida no Éden pela desobediência e curiosidade irresponsáveis, a mulher, mesmo em países com muitos avanços na questão da igualdade de direitos entre os gêneros, leva uma fama terrível.

A dúvida é: questão biológica ou social? Com progesterona correndo pelo corpo é difícil manter o mesmo rostinho, paciência e opinião durante o mês inteiro. Muito se engana quem acha que uma TPM de 5 dias é o único efeito. A mulher passa praticamente metade do mês sob a ação do tal hormônio. O ciclo menstrual dura o mês inteiro e mexe com os nervos e emoções das moças, que passam por várias fases durante esse tempo.

Mas o fator social e cultural também é muito importante, e, na minha opinião, tão definidor quanto o biológico. Vista pela sociedade machista e patriarcal como ser inferior, a mulher é acusada de possuir defeitos de caráter e virtude. Suponho que na construção da identidade da mulher através dos tempos, o rótulo de Dona encrenca e TPM ambulante foram sendo introjetados pelas mulheres. A cientista social Kathrin Woodward defende que nossa identidade é formada por dois processos: representação e subjetividade. A representação se refere aos estereótipos e modelos construídos na sociedade e a subjetividade diz respeito aos nossos desejos, medos e conflitos mais íntimos e pessoais. A construção identitária da mulher seria então mediada pelos modelos femininos criados pela sociedade e sua própria subjetividade. Em uma sociedade ainda machista é comum que a identidade feminina venha fortemente permeada pelos estereótipos sociais, fazendo com que, entre vários papéis, a mulher também assuma o estilo megera, instável, complicada. Veja alguns desses modelos sociais na forma como vários escritores pensaram as mulheres em 20 frases.

“Sinto-me feliz por não ser homem, porque, se o fosse, teria de casar com uma mulher.” (Madame de Stael)

“Uma mulher bonita e fiel é tão rara como a tradução perfeita de um poema. Geralmente, a tradução não é bonita se é fiel e não é fiel se é bonita.” (William Maugham)

“Demasiada maquilhagem e muito pouca roupa para vestir é sempre um sinal de desespero para a mulher.” (Oscar Wilde)

“As mulheres que não são vaidosas na sua roupa de vestir são vaidosas de não serem vaidosas na sua roupa de vestir.” (Mark Twain)

“Se fosse possível somente deslizar para os braços da mulher e no entanto não cair nas suas mãos.” (Henri Montherlant)

“É mais fácil morrer por uma mulher do que viver com ela.” (Lord Byron)

“A mulher tem a arte de apropriar-se do dinheiro do amante apaixonado.” (Ovídio)

“O que fizeste para a mulher, isso ela pode esquecer, mas nunca esquecerá aquilo que para ela não fizeste.” (André Maurois)

“As mulheres permanecem sempre crianças que vivem à espera de algo.” (Oscar Wilde)

“Na mulher, é mais duradoiro o ódio do que o amor.” (Carlo Goldoni)

“Pois em todas as espécies a fêmea é mais mortífera que o macho.” (Rudyard Kipling)

“Menos mal te fará um homem que te persegue do que uma mulher que te segue.” (Baltasar Gracián e Morales)

“Por pior que um homem possa pensar das mulheres, não há mulher que não pense ainda pior do que ele.” (Sébastien-Roch Chamfort)

“Inconstante e sempre mutável / é a mulher.” (Virgílio)

“Conheço o carácter das mulheres: / não querem quando queres; quando não queres, são as primeiras a querer.” (Terêncio)

“A mulher ruim? No mundo vive, no máximo, uma única mulher ruim: pena que cada um considere a sua como tal.” (Gothold Lessing)

“As próprias mulheres, no fundo de toda a sua vaidade pessoal, têm sempre um desprezo impessoal – pela mulher.” (Friedrich Nietzsche)

“Faz parte da natureza das mulheres desprezar quem as ama e amar quem as detesta.” (Miguel de Cervantes)

“Se uma mulher não trai, é porque não lhe convém.” (Cesare Pavese)

“Uma mulher leva vinte anos para fazer do seu filho um homem – outra mulher, vinte minutos para fazer dele um tolo.” (Helen Rowland)

“Os ladrões exigem a bolsa ou a vida. As mulheres exigem ambos.” (Samuel Butler)

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA