Top 10 melhores filmes com temática espírita

Por Kadu Silva

A Doutrina espírita foi criada (segundo seus adeptos, “codificada”) pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, usando o pseudônimo Allan Kardec, no século XIX.

Em termos de curiosidade, hoje, o Brasil possui a maior comunidade espírita do mundo. O tema pelo teor misterioso e que mexe com a emoção do ser humano, desperta diversas curiosidade, então é lógico, que muitos diretores utilizam a temática para contar suas histórias no cinema. ( Fonte: Wikipédia )

Listamos aqui os 10 melhores filmes sobre o tema. Confira os títulos:

NOSSO LAR

10. NOSSO LAR (Idem – Wagner de Assis 2010)

O nacional Nosso Lar trata, especificamente, sobre a questão da vida após a morte na visão espírita – baseado no livro homônimo de Chico Xavier. Na história, após a morte de seu corpo “físico”, o médico André Luiz (Renato Prieto) acorda em um plano espiritual, vivendo em uma colônia que paira sobre a Terra. Nesse lugar, chamado de “Nosso Lar”, ele aprenderá como é a vida em outra dimensão, aprendendo novos valores morais e lutando contra a saudade de sua família na Terra.

A continuidade do longa já está em andamento. Será baseado no livro “Os Mensageiros”, do espírito André Luiz, psicografia de Chico Xavier. Novamente a direção fica a cargo de Wagner Assis e a estreia está prevista para o final de 2016.

O MISTERIO DA LIBELULA

09. O MISTÉRIO DA LIBÉLULA (Dragonfly – Tom Shadyac 2002)

Filmes com temática espírita tendem a utilizar os relacionamentos amorosos como forma de mostrar que existe vida após a morte, já que temos a tendência de não esquecer o grande amor, mesmo após a partida do amado (a). E exatamente este o tom do longa-metragem de Tom Shadyac. Nesta fábula sobre o amor após a vida, Joe Darrow (Kevin Costner) é um médico que ficou viúvo recentemente e acredita que sua falecida esposa, Emily (Susana Thompson) esteja tentando falar com ele do mundo dos mortos, usando para isso pacientes que estejam à beira da morte. Além disto, Joe passa a ser perseguido por misteriosas libélulas, que o fazem se lembrar, cada vez mais da falecida esposa.

UM OLHAR NO PARAISO

08. UM OLHAR NO PARAÍSO (The Lovely Bones – Peter Jackson 2009)

Dirigido por Peter Jackson (da saga O Senhor dos Anéis), Um Olhar no Paraíso é um drama sobrenatural cujo roteiro gira em torno da garota Susie, que é assassinada por seu vizinho no início da década de 70. No entanto, Susie permanece em uma espécie de limbo – justamente pelo fato de não ter se conformado com sua morte e ainda desejar vingança ao assassino (que se prepara para fazer uma nova vítima).

ALEM DA ETERNIDADE

07. ALÉM DA ETERNIDADE (Always – Steven Spielberg 1989)

Steven Spielberg como todos sabem, gosta de usar da emoção em suas narrativas, e exatamente isso, que ele nos provoca neste romance adocicado. Peter Sandich (Richard Dreyfuss) é um aviador que combate incêndios florestais e morre em um acidente. Ao chegar no Paraíso é apresentado a um anjo, que estimula o espírito de Peter a voltar para passar seu know-how para seu jovem sucessor, Ted Baker (Brad Johnson) e para ajudar Dorinda Durston (Holly Hunter), uma orientadora de vôo, a esquecê-lo. Após voltar como uma aparição invisível, Sandich acaba descobrindo que Ted está apaixonado por Dorinda.

AMOR ALEM DA VIDA

06. AMOR ALÉM DA VIDA (What Dreams May Come – Vincent Ward 1998)

Os espíritas acreditam que caso uma pessoa se suicide, seu destino é um limbo, repleto de dor e sofrimento, afinal, somente Deus, pode tirar a vida de alguém. Este retrato é mostrado no longa de Vincent Ward, Onde Chris Nielsen (Robin Williams), Annie (Annabella Sciorra) e seus filhos formam uma família feliz, até que um acidente leva os filhos de casal, para o Paraíso, após muito sofrimento o casal consegue voltar a sua rotina normal, até que Chris também acaba falecendo e deixando Annie sozinha. A solidão e a dor pelas perdas a leva ao suicídio, e é ai, que Chris tenta de alguma forma buscar sua amada no limbo, mesmo sabendo que será uma tarefa, quase impossível. É um filme de emoções forte, então prepare os lencinhos e boa sessão.

JOELMA 23 ANDAR

05. JOELMA, 23º ANDAR (Idem – Clery Cunha 1980)

Um dos primeiros filmes nacionais a tratar o tema espírita, Joelma, 23º andar, retrata um fato relacionado ao famoso edifício Joelma, que pegou fogo em 1974, onde 191 pessoas morrem, neste trágico incidente. No longa Lucimar (Beth Goulart) trabalha em um dos escritórios do edifício Joelma, em São Paulo e acaba morrendo após o incêndio, sua mãe, em busca de manter contato com a filha, recorre ao médium Chico Xavier.

OS OUTROS

04. OS OUTROS (The Others – Alejandro Amenábar 2001)

SPOILER | Se ainda não assistiu ao filme, não leia o restante do texto. Afinal a grande sacada do filme, está exatamente em surpreender o espectador sobre o que de fato acontece com a família de Grace (Nicole Kidman), a princípio parece ser uma mulher cheia de manias, que levam seus filhos a viver sobre regras bizarras, no entanto, descobrimos que Grace, morreu e não aceitou fazer a passagem e vive como ainda estivesse viva. É um suspense inteligente e que nós faz refletir, após seu término.

GHOST DO OUTRO LADO DA VIDA

03. GHOST – DO OUTRO LADO DA VIDA (Ghost – Jerry Zucker 1990)

Clássico dos anos 90, Ghost é um daqueles filmes que sua mãe que não manja nada de cinema ama e considera o melhor filme de todos os tempos. O casal Sam e Molly (Patrick Swayze e Demi Moore, respectivamente) tem suas vidas separadas devido à morte de Sam. No entanto, o espírito de Sam permanece na Terra para ajudar Molly, que agora corre o risco de ser morta por aquele que Sam considerava seu melhor amigo. Recheado de referências de caráter espírita, Ghost se tornou também um dos filmes românticos mais amados de todos os tempos – acompanhado ainda de uma bela e famosa trilha sonora.

BIUTIFUL

02. BIUTIFUL (Idem – Alejandro González Iñárritu 2010)

Neste drama do cultuado diretor mexicano Alejandro González Iñárritu (Birdman), Javier Bardem vive um médium que ajuda parentes pobres a receber notícias de seus entes que já se foram. Viúvo e pai de duas crianças, Bardem terá que repensar sua vida, já que descobre que está com câncer em estado terminal. Ainda que o foco principal do filme não seja o seu dom de se comunicar com os mortos, o filme merece a medalha de prata, por dar ao médium uma abordagem de um homem comum, com falhas e passivo até da morte. É um show particular de Javier Bardem, que por si só já merece ser conferido.

O SEXTO SENTIDO

01. O SEXTO SENTIDO (The Sixth Sense – M. Night Shyamalan 1999)

SPOILER | Assim como em Os Outros, aqui o personagem de Bruce Willis, não conseguiu entender que já morreu, no entanto somente nos últimos minutos é que o espectador sabe que ele é também uns dos mortos que Cole vê. É exatamente está “pegadinha”, que fez do filme um dos melhores thrillers de todos os tempos.

Além disso, o dom do garoto é tratado de forma muito sensível e coerente com a doutrina espírita, por isso é o filme que consideramos o melhor sobre o tema. Sem contar ainda que ele é conhecido pela clássica frase “Eu vejo gente morta!”.

E para você, qual o melhor filme com temática espírita? Deixe o seu comentário e participe!

COMPARTILHAR
Ccine 10
Há sete anos no ar o Ccine10 é um portal feito para os amantes da sétima arte. Seu grande diferencial é que ele tem uma linguagem acessível para todo tipo de público. No portal é possível ainda encontrar conteúdo de séries de TV famosas, material sobre games e vídeos exclusivos com atores e diretores nacionais e internacionais. Acesso o Ccine10, o cinema como você vê.



DEIXE UMA RESPOSTA