O amor exige elegância- Fabrício Carpinejar

O que mais prezo na relação é a elegância.

A elegância de preservar os laços e manter os segredos da parceria.

Quando o casal se ama e se protege. E nenhum fica debochando um do outro pelas costas. Quando o casal se ama e se guarda. E nenhum fica criticando o outro pelas costas.

Os comentários têm a pontualidade da delicadeza, na frente de sua companhia, com o cuidado de assegurar a resposta no ato.

Não existem mentiras, muito menos indiscrições ou distorções para parecer engraçado. A intimidade nunca será maior do que oportunismo de uma piada. Prefere ser leal a ser cômico. A graça passa, a lealdade fica.

Se alguém comenta que sua mulher é frígida ou dá detalhes de sua anatomia, não merece respeito. Se alguém comenta o tamanho do instrumento de seu namorado não merece respeito.
São mentirosos, falsos, invejosos. Não perdem uma oportunidade para fazer intriga e desmerecer a fortuna da rotina.

Aqueles que não cuidam das palavras certamente desprezam os demais cuidados. Pois o sentimento está dentro da palavra.

Aqueles que confundem liberdade com falar sem pensar estarão machucando de propósito.

São algozes, torturadores, sádicos. Vulgarizam sua própria escolha.

O ideal é sentir o que se diz, o mesmo que pensar duas vezes.

Aqueles que acham que cumplicidade é descrever tudo aos amigos não conhecerão jamais a posteridade. Os amigos devem receber o melhor de nossos esforços, já que formam uma segunda família, que levará adiante a confiança naquele casamento.

Porque quem fala mal do namorado ou namorada em público não ama, está somente jogando.

Porque quem fala mal do namorado ou namorada em público não ama, está satisfazendo interesses imediatos. Com uma brincadeira, expõe a avareza do que pensa.

Porque quem fala mal do namorado ou namorada em público não ama, não suporta ser bem tratado.

Porque quem fala mal do namorado ou namorada em público não ama, está apenas inferiorizando seu par para se destacar.

Porque quem fala mal do namorado ou namorada em público não ama, deseja aparecer a todo custo.

Porque quem fala mal de seu namorado ou namorada em público não ama, está competindo para ver quem destrói primeiro o relacionamento.

O que diferencia uma qualquer de uma namorada é a elegância.

O que diferencia um qualquer de um namorado é a elegância.

Só no amor encontramos a elegância. Fora dele, seremos devorados pelas piranhas e engolidos pelos tubarões.

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA