Não existe melhor calmante do que o abraço que afasta os medos

Abraçar e receber um abraço pode ser o melhor remédio, o mais poderoso, o que acalma, rompe inseguranças e afasta os medos que nos paralisam.

Que bonito é sentir um abraço que nos preenche dos pés à cabeça, que nos acende o coração, que nos faz fechar os olhos, com que nos sintamos nas nuvens e que nos completa no mais profundo do nosso ser.

Por quê? Porque um abraço é um gesto que afasta os medos, que recompõe, que constrói vínculos, que relaxa e ajuda a manter a calma. O calor que transmitimos através de um abraço sincero é comparável ao calor do lar porque, no final das contas, trata-se de sentir que você está em casa, em uma casa de carne e osso.

Um abraço, o melhor remédio para as dores da alma

Seja o que for que estivermos passando, sentir o calor de alguém de quem gostamos através de um abraço é essencial para a nossa melhora em um mau momento e para que possamos sentir bem-estar. Algo muito simples, mas às vezes complicado de encontrar.

“Um breve abraço pode secar muitas lágrimas, uma pequena palavra cheia de amor pode nos encher de felicidade, e um pequeno sorriso pode mudar o mundo. São estas pequenas coisas as que constroem nosso mundo enchendo-o de paz e de amor…”

O abraço é um super poder que todos nos possuímos, um grande remédio para curar as dores de uma alma machucada por uma realidade difícil, por um desengano, um abandono ou uma traição.

Por isso, sempre que pudermos, devemos fazer uso do melhor ansiolítico ao nosso alcance, um deleite do amor, um feitiço, um encontro entre dois corpos que se unem em carinho, companhia e calor.

abraço-entre-amigas-500x264

Os abraços que acabam com todos os nossos medos

Há uma verdade na qual duas almas se abraçam e se oferecem segurança para fazer frente aos obstáculos, para promover uma grande força diante da vida, para assentar as bases sólidas de nossos sorrisos.

Estes abraços que nos ajudam a dizer à adversidade que ela não vai conseguir nos machucar, que nos afastam da solidão e que nos enchem de alegria. Estes abraços que são dados com tanta força que parecem que querem nos romper mas que, na realidade, estão nos recompondo.

Sem dúvida, o abraço é uma conexão especial que oferece ao tempo a sintonia que o detém, que transmite a mensagem que cura, que é a melhor terapia para renovar os sentimentos, acalmar as emoções, e nos comunicarmos com os demais e com nós mesmos.

Fundir nossos corpos em um abraço nos ajuda a sermos mais pacientes, a nos relaxarmos e a nos sentirmos queridos, o que contribui para o fortalecimento de nossa autoestima, de nosso amor próprio e de nossa capacidade de resistir diante das dificuldades e dos medos.

Abraçar a si mesmo é imprescindível para sobreviver

Você já aliviou as suas tristezas algumas vez através de um auto-abraço? Você já deu calor a si mesmo? Parabenizou-se por suas conquistas? Este abraço íntimo e próprio é indispensável para estarmos bem nutridos, para tirarmos as armaduras, nos afastarmos do frio e trabalharmos a arte do amor próprio nos aproximando da autenticidade.

“Através dos auto-abraços nos abrimos a nós mesmos, nos vinculamos desde dentro ao exterior e somos capazes de nos comovermos. É simples, se você se abraçar, abraçará a sua vida.”

Assim, poderíamos dizer que se nos abraçamos, nos amamos, e se nos amamos, nos reconhecemos. Esta é a base de nossa construção, nos envolvermos em nossos braços para liberarmos nossas emoções e nos aproximarmos de tudo de bom que há na vida.

Porque graças ao auto-abraço podemos nos proteger do falso amor, da dependência, da idealização excessiva e de tudo aquilo que nos empobrece, nos enfraquece e derruba a nossa valentia e nossa bondade.

casal-nu-abraçado

Um abraço que faz com que as tristezas se afastem do corpo

Em muitos momentos de nossa vida os abraços são os que fazem a diferença. Como se costuma dizer, é preciso fazer menos perguntas aos olhos tristes e oferecer mais abraços, pois às vezes é apenas isso que nós precisamos.

Quando uma pessoa está para morrer, não se arrepende de ter abraçado tanto, de ter amado alguém ou de ter transmitido energia e carinho. Nestes momentos nos arrependemos de ter descuidado das pessoas que amamos, de termos trabalhado tanto e de não ter oferecido amostras de carinho todos os dias.

Esta é uma grande lição: é preciso abraçar mais, pois abraçar e receber um abraço em um momento de necessidade é a vitamina que energiza nosso corpo e nossa mente. É algo do qual nunca iremos nos arrepender.




DEIXE UMA RESPOSTA