A carta de amor mais bonita de todos os tempos

Você já escreveu uma carta de amor? Em 2015, uma enquete no Reino Unido elegeu a carta de amor mais bonita de todos os tempos. A escolhida pela maioria foi a da lenda musical Johnny Cash para sua amada June Carter, em comemoração ao seu aniversário de 65 anos. Na época, eles estavam casados há 26 anos. Confira na íntegra o amor de Cash por June em palavras legítimas e lindas:

23 de junho de 1994, Odense (Dinamarca)

“Feliz aniversário, Princesa

Ficamos velhos e nos acostumamos um com o outro. Pensamos parecido. Lemos a mente um do outro. Sabemos o que o outro quer sem perguntar. Às vezes, nós irritamos um ao outro um bocado. Talvez, algumas vezes, tratamos um ao outro como garantido. Mas de vez em quando, como hoje, refleti sobre isso e percebi o quão sortudo sou por compartilhar minha vida com a mulher mais incrível que já conheci. Você continua me fascinando e inspirando. Você me faz ser melhor. Você é o meu objeto de desejo, a razão #1 para a minha existência. Eu te amo em demasia. Feliz aniversário, Princesa.

Johnny”

gallery-1456542387-caters-panmacmillanlove-letters-06

 

A lista completa das mais votadas:

1. Johnny Cash para sua esposa June Carter (1994)

2. Winston Churchill para sua esposa Clementine Churchill (1935)

3. John Keats para sua vizinha Fanny Brawne (1819)

4. Ernest Hemingway para Marlene Dietrich (1951)

5. Napoleão Bonaparte para Josephine de Beauharnais (1796)

6. Richard Burton para Elizabeth Taylor (1964)

7. Rei Henrique VIII para Ana Bolena (1527)

8. Beethoven para sua “amada imortal”, cuja identidade não é conhecida (1812)

9. Gerald Ford para sua esposa Betty Ford (1974)

10. Jimi Hendrix para sua “little gril” (data desconhecida)

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA