Suavizando o sentir

Quando a intensidade mora dentro da gente é preciso aprender a colocar nossos sentimentos para descansar. É preciso aprender a resgatar a leveza a cada passo dado, a cada gesto lançado.

Tudo o que chega arremata o coração dilacerando tudo rápido e alto demais, fazendo um barulho audível por dias, por isso é preciso aprender a colocar um escudo para que as reveses não atinjam o peito tão profundamente. Nem as flores com seu perfume mais suave encharquem onde toquem e tirem nosso encanto próprio.

É preciso aprender a equilibrar na corda bamba das certezas e abraçar a autoconfiança para entender os próprios limites. É necessário cuidar do lado onde ninguém pode alcançar, onde só nossos pés alcançam, onde podemos nos debruçar, nos acalmar, chorar e nos curar. Num espaço só nosso, na janela interior deixar arejar os sentimentos para poder aguçar a sensibilidade e colocar para dormir a intensidade e aproveitar o raiar do nosso próprio brilho.

É tentar buscar o que causa leveza, o que engrandece ainda mais a nossa natureza.

Desacelerar os passos, jogar fora os nós e deixar só os laços.

COMPARTILHAR
Meire Oliveira
Meire Oliveira é Escritora, Poeta e Coach de transformação. Amante das estrelas e das estradas. Autora dos livros Pintando Borboletas e Vai Com Fé que Flui. Conjuga o verbo escrever com vários outros juntos: ama, sente, vê. Por isso nasce e renasce em palavras que palpitam nela.



DEIXE UMA RESPOSTA