Amor para recomeçar- Aline Madeira

Eu tenho fiéis esperanças de nunca permitir que as dores e angústias tirem de mim a felicidade de viver. De acordar, mesmo em uma manhã cinza de terça-feira onde as probabilidades de tudo dar errado ou começar mal são quase totais. Quando eu acordo nesses dias me apego nas chances de ser surpreendida por outras pessoas, sabendo que dificilmente me surpreenderei comigo, eu aposto uma parcela das minhas fichas especiais nas pessoas, talvez isso possa definir-se em esperança. Eu aposto que vou ganhar um sorriso seguido de um bom dia, aposto que alguém vai comprar um chocolate só porque lembrou de mim ou que minhas amigas vão estar especialmente animadas conseguindo que as lágrimas saiam graças as risadas arrancadas por uma piada aleatória. Nesses dias eu aposto que você vai me chamar, dizer que sente minha falta quando eu fico emburrada, que precisa do calor de um sorriso e que meu humor faz sim total diferença.

Que as dores das antigas faltas de amor não prevaleçam nunca, nem em dias bons ou ruins. Que todos os medos que rondam a minha mente fiquem cada vez menores, a ponto de sumir. Que as incertezas não se aproximem nem um milímetro do meu coração, já que elas são extremamente contagiosas e não podem afetar o que eu tenho de melhor. Que eu continue acreditando e espalhando por ai que o amor cura. Que todas as porradas que eu tomei deixem a minha armadura mais forte e que eu saiba sempre a hora certa de baixar a guarda. Que todas as más lembranças se transformem em coragem para viver uma grande aventura outra vez, sem me privar de dar sorrisos largos e suspiros longos. Que os teus olhos continuem me causando um choque elétrico quando encontram os meus. Que o seu abraço continue sendo o lugar mais confortável, principalmente quando ele se prolonga por você não querer se distanciar. Que eu saiba que os sorrisos são a fonte inesgotável da vida e que alguém, em algum lugar no planeta, precisa deles para sorrir também.

Nós somos feitos de esperança sobre dias melhores, sobre alguém que não seja suficientemente tolo a ponto de nos largar, sobre amizades que apenas nos tire sorrisos e esperamos também pelo conforto. O conforto do sorriso, do abraço, da segurança que algo nos traz. Vivemos esperando que as coisas melhorem. Mas, lhe afirmo sem dúvidas e provavelmente a ponto de lhe deixar sem argumentos que: O mundo é daqueles que fazem as coisas melhorarem. O mundo é daqueles que acordam nas terças nubladas e chatas e decidem fazer a melhor terça nublada da vida deles. O mundo é, definitivamente, daqueles que metem a cara com toda a coragem, que é o combustível da esperança, para bater no peito e ter a certeza de que as coisas vão melhorar, precisam melhorar.

Que além de amor, paz e paciência tenhamos o tipo de esperança que alimenta a coragem. Que tenhamos a coragem de levantar nas segundas/terças/qualquer-dia-chato da semana e dizer a nós e ao mundo que existe uma chance de recomeçar. Porque há.




DEIXE UMA RESPOSTA