7 sinais que indicam que você ainda não superou seu ex

Ninguém começa uma relação pensando no fim, mas a verdade é que às vezes, por mais que doa, ela acaba. E terminar um relacionamento, salvo raríssimas exceções, é um momento delicado na vida de qualquer pessoa.

Apesar de não existir um tempo certo para superar o fim do relacionamento, a psicóloga clínica, Fabiana de Paula Santos, revela que o problema não está em ficar triste, mas em como se reage ao fim: “Cada um tem seu tempo, não existe um padrão, 1 mês ou 1 ano, tudo depende de como é sentido”, afirma.

Confira abaixo alguns sinais que podem denunciar que você ainda não superou o rompimento com o ex:

1. Olhar redes sociais do ex

De acordo com a psicóloga, o fato das redes sociais permitirem o monitoramento 24h caso não haja limite dos próprios usuários facilita este tipo de comportamento: “Apesar de não podermos generalizar esta ação com a não superação do fim do relacionamento, este pode sim ser um sinal de que você não superou seu ex”, revela.

A especialista atenta ainda para comportamentos obsessivos perante o monitoramento, como tirar satisfações por alguma publicação ou “encontrar casualmente” o ex por saber que ele estaria naquele local: “Aí pode-se considerar que a relação talvez não esteja assim tão superada”, pondera.

2. Guardar objetos do ex

Este é um fator muito delicado. De acordo com Fabiana, desde que as recordações não tragam dor, guardar lembranças do ex pode até ser saudável, por relembrarem uma fase vivida. “O que não é saudável é o “endeusamento” deste objeto ou lembrança, como por exemplo, não aceitar que mexam nele pois foi o ex quem deu”, pondera.

3. Lembrar constantemente do ex e sentir saudades

Sentir saudades é normal, ainda mais de pessoas, momentos ou situações que foram felizes. Recordar em si não é um sinal de que você não superou o ex, desde que esta lembrança não lhe faça sofrer, conforme explica Fabiana: “Sentir saudades de um gesto, um ato, um momento de forma a querer revive-los, aí sim é um sintoma de não superação. Ficar constantemente vendo fotos, objetos que fizeram parte de momentos com aquele ex, isso é um sinal fortíssimo de não superação, afinal ninguém consegue viver de passado”, pondera.

4. Achar que não existe ninguém igual ao ex

Realmente não existe ninguém igual ao seu ex. Ele é e foi único e entender que os próximos parceiros terão características distintas, que podem ser tão boas quanto ou melhores, é um dos segredos para superar o término do relacionamento. Fabiana descreve este como um sintoma típico das pessoas que ainda não superaram seus ex-parceiros.

5. Ficar se culpando e procurando justificativas para o término

O relacionamento acabou e não adianta procurar justificativas ou se culpar pelo fim. Não entender isto, persistir na ideia da própria culpa e querer razões para o término pode ser um sinal de que o ex não está superado, conforme alega a psicóloga.

6. Procurar características do ex em outros homens

Cada pessoa é diferente e quem procura características do ex em novos parceiros provavelmente acabará por sofrer ou se frustrar. Fabiana sugere que este é também um comportamento comum em pessoas que não superaram o fim da relação.

7. Manter fotos do ex pela casa

Fabiana é taxativa neste caso: “Isso sem dúvida é um sintoma de que você não superou o ex. Se você acabou a relação, manter uma foto é querer manter a pessoa “viva” e lembrada a todo momento”, afirma.

Mas não necessariamente as fotografias precisam ser jogadas fora, caso a pessoa ainda não esteja preparada para se livrar das recordações do(a) ex. A psicóloga afirma que guardar os objetos em uma caixa onde não se tenha acesso constante é uma alternativa. “Um dia isso vai ser resgatado e a pessoa poderá decidir com calma se deve desfazer-se disso ou não”, aconselha.

Terminar uma relação dói? Dói. Mas passa. De acordo com Fabiana, querer superar o fim do relacionamento é um passo muito importante para ultrapassar esta fase. Buscar novos hábitos também certamente ajudará na superação, sendo os amigos e a família essenciais neste período.

Fonte: Dicas de Mulher

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA