10 coisas que você aprende sendo criada por uma mãe forte

1. Você aprende o valor da independência. Você não precisa de um homem para se salvar ou de alguém para cuidar de você. Você aprende pelo exemplo que é capaz de viver uma vida plena e feliz sem ter de compartilhá-la com outra pessoa. Você aprende que pode construir uma casa, criar filhos, cozinhar e colocar a mesa, tudo ao mesmo tempo e ter ainda uma carreira. Você praticamente aprende a ser uma super mulher.

2. Você aprende o significado do amor incondicional. Você viu a sua mãe sacrificar a juventude dela por você e seus irmãos, mas ela nunca reclamou ou se regozijou sobre o quanto ela estava se dedicando a isso. Ela tinha sempre um sorriso no rosto e foi feliz dando mais e mais de si mesma. Ela ensinou-lhe sobre o amor altruísta e incondicional, e você sabe que esse amor a gente não encontra em qualquer outro lugar.

3. Você aprende a amar a si mesmo. Você aprende a se desviar das coisas que não são para você, você aprende a ir adiante, mesmo quando o mundo inteiro está contra você, e você aprende a acreditar em si mesma quando todo mundo está duvidando de você. Você aprende que uma nota ruim na escola ou as falhas do dia a dia não servem para defini-la; o que define você é como você consegue se recuperar de todos os contratempos e o jeito determinado que você luta para a vida que você quer.

4. Você aprende que você pode ser ao mesmo tempo forte e suave. Mães fortes são geralmente muito sensíveis. O que elas fazem é disfarçar melhor. Mas ela silenciosamente já chorou escondida por causa de algum problema com você ou ficou acordada a noite toda cuidando de você doente e até teve noites que ela não conseguiu dormir porque algo a preocupava.

5. Você aprende que não é fácil ser uma mulher. Você aprende que sua opinião poderá não ser levada totalmente em consideração. Ou que alguém vai considerar que você está brincando, quando você está falando sério. Mas você também vai saber que você pode se destacar na multidão e fazer com que todos ouçam a sua voz e aceitem suas idéias. Você aprende que o que não mata, lhe faz mais forte.

6. Você aprende a nunca olhar para trás. Você aprende a não perder tempo com “o que poderia ter sido”. Você aprende a não ficar se lamentando sobre o porquê da sua vida ter virado de cabeça para baixo. Você foca no que está pela frente e deixa o passado para trás. Você aprende que tudo o que aconteceu fez parte do que você precisava viver, mesmo que nada tenha sido do jeito que você desejou.

7. Você aprende a importância da paciência e da fé. Você aprende que Deus está cuidando de você e das suas lutas e que vai dar tudo certo no final. Você vai passar pelas tempestades e amanhã sempre será um novo dia. Você aprende a ser paciente com a vida, com o tempo, com o sucesso e com os problemas. Você descobre que paciência é sinônimo de força.

8. Você aprende como criar sua própria felicidade. Você pode encontrar a felicidade mesmo numa vida difícil. Você ainda pode ser feliz, mesmo que você esteja carregando o peso do mundo nas suas costas. É sempre possível encontrar algo para sorrir, tudo o que precisamos fazer é olhar mais de perto.

9. Você aprende que ela ainda sabe mais sobre o amor do que você. Mesmo você sendo de outra geração, num mundo “diferente” de quando ela era jovem, mesmo que você não concorde com o que ela pense sobre o amor, se ela não aprova alguém que esteja com você: é melhor ouvi-la. Ela sabe o que está dizendo. Além disso, ela não quer ver o seu coração partido. Você vai odiar admitir isso, mas talvez ela estivesse certa o tempo todo.

10. Você aprende como ser uma boa mãe. Você foi criada por uma mãe que lhe mostrou como realmente dever ser criada uma família, que lhe mostrou que o trabalho duro compensa, que lhe mostrou que você pode amar alguém incondicionalmente. Ela mostrou como ser protetora, amorosa, gentil, compassiva, forte e resistente. Ela estava lhe ensinando através dos exemplos, e mesmo sem você se dar conta: você está seguindo seus passos, um passo de cada vez.

Tradução livre do texto em inglês: “10 things you learn from being raised by a strong mother”.

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA