Quando foi que eu cresci?

É estranho quando a gente se percebe grande, tendo que tomar decisões precisas, tendo que pensar mais abertamente no futuro. É claro que temos que fazer isso sempre, mas tem uma certa idade que nos deparamos com isso, e eu começo a me perguntar: Quando foi que eu cresci? Onde? Em que momento eu passei a ser uma adulta e tomar todas essas decisões? É tão bom a fase de criança, e a adolescência que fazemos tudo sem responsabilidades nenhuma, claro que muitas delas interfere no nosso futuro, e hoje sinto algumas delas.

Esses dias comecei a lembrar dos meu tempos de meninas, ai que saudades me deu. Agora eu entendo quando os mais velhos dizem: Ah se eu pudesse voltar no tempo, ou até quando eles deixa como conselho, aproveitem a juventude, pois ela passa e não volta mais. E não é que é verdade, essa tal da juventude vai passando ligeiramente, e deixa somente o aprendizado, as saudades e as lembranças.

Não, eu não estou velha, sou ainda uma criança, (risos) estou apenas fazendo uma reflexão, de como as coisas vão mudando aos poucos sem a gente nem se dar conta, ontem eu era uma menininha, que ia pra escola, bagunçar com as meninas e paquerar os meninos, hoje eu sou uma mulher que se diverte aos poucos, mas que tem que pensar com ampla responsabilidade nas tomadas de decisões.

Enfim, a vida é uma caixinha de surpresa, e quanto mais você cresce mais se surpreende!
E você sabe dizer quando foi que você cresceu?

(Autor desconhecido)

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA