Bom dia, amor…

Pois é, um dia você acorda, olha para o lado da cama e leva um susto. Seu mundo para de girar e você não consegue ordenar direito as ideias.

Então você pisca, uma, duas, três vezes; aperta os olhos bem forte e depois os abre novamente só para ter certeza de que aquilo realmente está acontecendo.

Aquela pessoa dormindo ao seu lado não foi fruto de uma noitada, nem de uma bebedeira;ela já esteve ali algumas vezes antes, mas agora tudo parece diferente. Por quê?

Talvez durante a madrugada você já tenha acordado com uma sensação de aconchego e observado essa mesma pessoa durante o sono, tentando gravar na memória cada traço do seu rosto e prestando atenção aos mínimos detalhes: dos cabelos ao ritmo da respiração, no entanto, tudo parece ter mudado.

É como se a luz do sol entrando no quarto fosse agora mais aconchegante que antes.Como se o canto dos passarinhos na árvore do vizinho fosse mais harmonioso, como se todos tivessem se tornado verdadeiros Pavarottis de penas do dia pra noite. É nesse momento que a ficha cai: VOCÊ SE APAIXONOU.

Nada na vida pode te preparar pra isso. Foram tantas as vezes sonhando com alguém para preencher não apenas o vazio da cama, mas também do coração e agora você descobre que esse alguém há tempos estava ali.

Amor não é sinônimo de novidade, nunca foi. Às vezes tudo o que precisamos é ficar atentos aos sinais (a vontade de mandar flores, o desejo de levantar mais cedo pra fazer o café, a serenata meia-boca ao som de um violão desafinado). A prática leva à perfeição e com o amor não é diferente. Tem horas que acertamos, tem hora que erramos feio, erramos rude, mas sempre há tempo de compensar. Acredite.

Não precisa entrar em pânico, não há nada errado. Só os covardes se assustam a ponto de fugir – acredite em mim, já fui um deles. Ao invés disso, sorria. Eu sei, parece besta, mas não é. É que o sorriso é convite e resposta ao mesmo tempo; então, sorria e aceite que não dá pra controlar tudo na vida; que a surpresa de amar alguém é melhor que a de não amar.

Quando isso acontecer, desejo que sua vontade de ficar seja maior que a de correr.

Que seus sonhos sejam maiores que seus medos.

Desejo que você queira acordar o ser amado com uma canção (de preferência uma daquelas bem cafonas) e que de fato faça isso, não se importando se vai desafinar ou não. Vai por mim, o ouvido de quem a gente ama é a casa perfeita pra fazer morar a voz.

Desejo que você escolha ficar.

E daí que no futuro as coisas possam mudar? Vai lá, agradeça não pela noite passada, mas por aquelas que estão por vir, quando vocês dormirão abraçados como se fossem um só, ou mesmo quando deitarão na cama brigados um com o outro, mas fazendo questão de deixar os pés encostados um no do outro como aviso de que logo vai passar.

Aceite de bom grado o presente que é estar apaixonado por alguém. Seja feliz e faça alguém também feliz, afinal, é disso que se trata.

Perder o sono vale a pena quando se encontra um amor.

COMPARTILHAR
Jocê Rodrigues
"É escritor e editor".



1 COMENTÁRIO

  1. Incrível como temos a capacidade de ler textos assim, tão verdadeiros, tão maravilhosos, que conseguem nos representar tão bem, mas no momento em que acabamos de romper com alguém… Li cada frase com as lágrimas quase me impedindo de terminar os parágrafos. Li cada frase desejando não estar passando e sentindo isso. No entanto, sou uma romântica com fé e sei que um dia vou ler esse texto de novo quando tudo estiver bem e vou sorrir.
    Jocê, obrigada por escrever tão bem!

DEIXE UMA RESPOSTA