Deixa o sol entrar

Deixa o sol entrar, deixa ele alcançar tuas lembranças e clarear teu passado. Deixa ele tocar tua casa de infância, encher de luz teus anseios e iluminar tua vida.

Deixa o sol entrar e fazer cintilante a poeira do mundo. Tornar bonito o entulho dos teus sonhos incompletos. Fazer leve o aço que você pensa prender teus pés ao chão.

Deixa o sol entrar por todos os cômodos, por todos os lados, por todas as janelas. Deixa ele atravessar as cortinas do teu quarto, do teu corpo e do teu coração.

Faz ele abrir as gavetas das tuas boas memórias, lá onde resplandecem o cheiro da avó, o beijo da mãe, a atenção do pai e a certeza de que você pode sim ser amado do jeito que você é.

Deixa o sol entrar e esmaecer qualquer cansaço, diluir o negrume dos momentos enfadonhos, os quais achamos serem inevitáveis. Não eles não são.

Deixa o sol entrar e caminhar por tua casa futura, tocar o rosto do ser amado, circundar a face feliz dos teus filhos, dedilhar as flores da janela da tua morada.

Deixa o sol entrar e levar embora todo medo. Deixa ele desbotar a ideia de que só existe uma maré, um rio e uma verdade. Deixa o sol mostrar que existe não um, mas muitos jeitos de ser feliz, e que a felicidade pode sim ser alcançada sem cobrar por isso um custoso sacrifício.

Deixa o sol entrar e apagar todas as palavras que um dia tocaram teus ouvidos e te feriram. Deixa ele cicatrizar o que não é bom.

Deixa ele clarear a neblina da manhã, secar a chuva da tarde. Deixa ele calar os trovões e trazer o canto dos pássaros.

Deixa o sol entrar hoje, amanhã, depois de amanhã e depois de depois de amanhã.

Todos os dias haverá luz pedindo permissão, batendo nas janelas, forçando calada todas as frestas. Deixa ela entrar.

Lembra de quem você é, para onde vai e onde quer chegar. Rasga as vendas e deixa o sol entrar.

Acompanhe a autora no Facebook pela sua comunidade Vanelli Doratioto – Alcova Moderna.

COMPARTILHAR
Vanelli Doratioto
Vanelli Doratioto é uma escritora paulista, amante de museus, livros e pinturas que se deixa encantar facilmente pelo que há de mais genuíno nas pessoas. Ela acredita que as palavras são mágicas, que através delas pode trazer pessoas, conceitos e lugares para bem pertinho do coração.



DEIXE UMA RESPOSTA